Pós-covid pode acelerar o uso de bicicletas elétricas, além de incentivar a tendência de locação de carros, e não a de compra, afirma estudo

Brasil, 28 de outubro do ano 2020 – Com o fim da pandemia global, surgirá uma nova maneira de viver e o mundo, com certeza, será muito diferente. Tendo em vista antecipar algumas mudanças que moldarão essa nova realidade, a Allianz Partners, líder em assistência 24 horas e seguro viagem, produziu, em parceria com o Futurologista Ray Hammond, o relatório “Life after COVID-19“.

Durante o período de quarentena, as pessoas descobriram que podiam pedir suas compras ou outros itens de compras online com facilidade e rapidez. Muitos ainda trabalham em casa, e agora se perguntam se faz sentido possuir um automóvel. É provável que isso acelere a tendência de locação de veículos a curto prazo, e não a posse deles. Além disso, o compartilhamento de carros estará entre as novas soluções, e deverá ganhar mais adeptos.

Nos últimos meses, milhares de quilômetros de ciclovias foram construídas em algumas cidades. O uso da bicicleta foi adotado massivamente no mundo todo ao longo dos meses de isolamento social. Para lazer ou trabalho, isso terá um impacto positivo na utilização das novas opções de micromobilidade, como bicicletas elétricas, patinetes e scooters (compartilhadas e próprias). Essas alternativas podem levar as pessoas para diversos lugares e ainda evitar o uso de transporte público, ajudando a reduzir as emissões de gases de efeito estufa e melhorando a qualidade do ar.

Ao mesmo tempo, as autoridades locais precisarão fornecer pontos de carregamento, para bike elétrica, por exemplo, investir em mais ciclovias e regular o uso para garantir que os motociclistas estejam seguros. Em contrapartida, os usuários deverão respeitar os limites de velocidade, usar capacete e ter responsabilidade pelos itens compartilhados. Com o aumento do uso e por ser um equipamento que muitos utilizarão, os fornecedores precisarão garantir a proteção de todos e seguir regras de higiene e dicas de seguranças básicas.

O relatório completo está disponível para leitura aqui: http://www.allianz-partners.com/en_US/press-and-media/reports/life-after-covid.html

Sobre o futurologista Ray Hammond
Ray Hammond tem quase 40 anos de experiência escrevendo e falando sobre as tendências que moldarão o futuro. Ele foi premiado com a Medalha de Ouro das Nações Unidas em Serviços para Futurologia em 2010. O longo histórico de previsão precisa de Hammond é único na Europa e ele agora vive no futuro que descreveu há quase 40 anos. O futurologista oferece discursos, palestras e workshops para empresas, governos e universidades em todo o mundo. Ele ministrou palestras na Oxford-Martin School da Universidade de Oxford, na CASS Business School e na Lund University. Hammond também é membro eleito da Royal Society of Arts (FRSA).

Sobre a Allianz Partners
A Allianz Partners é líder mundial em seguro e assistência B2B2C, com especialidade nas áreas de seguro internacional de saúde e vida, automotivo, assistência e viagem. Com operações em 78 países, a Allianz Partners oferece soluções globais que estão redefinindo o significado de ajuda, indo além do seguro tradicional para ajudar e proteger os clientes onde quer que eles estejam e sempre que precisarem. Com inovação, os especialistas fornecem produtos e serviços prontos para o futuro, de alta tecnologia e de alto impacto por meio de cinco marcas comerciais: Allianz Assistance, Allianz Care, Allianz Automotive, Allianz Travel e Mondial Assistance. Os 21.500 colaboradores globais lidam com mais de 54 milhões de casos por ano, com foco no esforço para ajudar e proteger clientes em todo o mundo. No Brasil, a Allianz Partners tem mais de 20 anos de atuação, com cerca de 1.500 profissionais, uma célula médica com equipe trilíngue e 12.000 prestadores de serviços que vivem para ajudar.

 

FONTE: JORNAL DIA A DIA





Source link