[ad_1]

O Miolo Millésime Brut 2017 acaba de chegar ao mercado com nova safra. Elaborado pelo método tradicional com 18 meses de autólise, este espumante tem 60% de Pinot Noir e 40% de Chardonnay, ambas variedades cultivadas no vinhedo próprio São Gabriel, no Vale dos Vinhedos. O lote de 26 mil garrafas exibe um rótulo ainda mais requintado, além de trazer o Selo da The Vegan Society como 100% vegano e livre de alergênicos.

Miolo Millésime Brut 2017. Foto: Divulgação

Esta não é a primeira vez que o produto ostenta no gargalo da garrafa a Denominação de Origem Vale dos Vinhedos (DOVV), o que garante o padrão de identidade com procedência da matéria prima comprovada, ou seja, 100% da uva processada na elaboração do vinho base espumante é da região demarcada do Vale dos Vinhedos. Das nove safras lançadas do produto – 2004, 2005, 2006, 2008, 2009, 2011, 2012, 2015 e agora 2017 – cinco exibem a DOVV. Além disso, o Miolo Millésime Brut também foi aprovado em análises físico-químicas e na avaliação sensorial feita por técnicas da Embrapa Uva e Vinho, da Associação Brasileira de Enologia (ABE) e da Associação dos Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos (Aprovale).

Lançado somente em safras excepcionais, o Miolo Millésime Brut é um espumante ícone da marca. Para seu criador, o enólogo chefe Adriano Miolo, também diretor superintendente da Miolo, o exemplar é digno dos mais consagrados espumantes brasileiros. “A chegada de um novo Miolo Millésime Brut ao mercado é sempre um momento muito aguardado pelos nossos clientes. Ele conquistou os apreciadores e se tornou uma das referências em espumante brasileiro”, destaca.

O espumante

Límpido, apresenta coloração amarelo palha com tons esverdeados, perlage fina, abundante e persistente, denotando alta qualidade do produto. Seus aromas são finos, de frutas cítricas, pera, abacaxi, e mel, mesclados a aromas típicos de envelhecimento, como pão tostado. Complexo, traz boa cremosidade. Mostra-se elegante, com acidez equilibrada, retrogosto agradável e final de boca longo. Ideal ser apreciado com temperatura entre 6º e 8º.

Indicado como aperitivo ou mesmo desfrutado por si só, em atitude contemplativa ou festiva. Os acompanhamentos vão desde o bolinho de bacalhau, croquete de camarão e croquete de carne, moqueca de peixe, casquinha de siri, bobó de camarão e culinária caiçara.

Comentários

Comentários



[ad_2]

Source link