[ad_1]

A quarentena trouxe hábitos diferentes. Alguns conseguiram praticar exercícios e manter uma alimentação balanceada em casa, mas a ansiedade, preocupação, disponibilidade de comida, stress, entre outros fatores, fizeram com que mais de 40% dos brasileiros engordasse nesse período.

Para os que acham necessário emagrecer, a nutricionista Nayana do Vale garante que dá para emagrecer comendo o que ama. “As dietas restritivas não são aliadas da perda de peso. O ato de comer traz memórias afetivas, conforto e sensação de bem-estar. Não adianta tirar isso da pessoa com dietas proibitivas e radicais, pois em pouquíssimos casos ela vai durar”, explica.

Nutricionista Nayana do Vale. Foto: Divulgação

Segundo a nutricionista, a saída é comer de tudo, mas não o tempo todo, balanceando a alimentação para comer coisas saudáveis, mas gostosas e que também despertem prazer em 80% do tempo e deixar outros 20% para momentos especiais, como um jantar com os amigos.

“O papel do nutricionista é de trazer saídas para que os pacientes consigam passar por esse processo de reestruturação da alimentação de uma maneira mais tranquila. Por isso, é importante que haja uma dieta personalizada, que caiba dentro da vida real daquele paciente, ou seja, que não seja impossível de ser seguida. Para isso é importante analisar se ele está em home office ou se trabalha fora de casa, tomando as medidas certas para cada caso”, acrescenta Nayana.

A velha desculpa do ‘começo amanhã’ também não ajuda muito para quem quer perder os quilinhos ganhos na quarentena. “O mais importante é nunca se utilizar do ‘JÁ QUE’… Sabe quando você come um pudim na sobremesa e pensa ‘já que comi esse pudim, então começo a me alimentar certinho na semana que vem’… ou quando você não começou a fazer os exercícios no início da semana e pensa ‘já que a semana já começou e eu ainda não dei início às atividades físicas, deixo para a próxima segunda’… Que tal abandonar esse pensamento e começar hoje, agora, qualquer horário? Afinal, o importante é COMEÇAR!”, diz Nayana do Vale.

Nayana também salienta a técnica dos 5 D’s, que ajuda a evitar comer sem necessidade ou em grande quantidade.

1: Adie o momento de comer (Delay): espere de 5 a 10 minutos antes de se alimentar.

2. Respire fundo (Deep breathing): inspire 3 segundos, segure 3 segundos, expire 6 segundos. Repita pelo menos 3 vezes.

3. Beba água (Drink water): muitas vezes confundimos fome com sede.

4. Faça algo (Do something): tenha sempre por perto uma listinha de 3 coisas que você gosta de fazer para se distrair (ouvir música, falar com alguém que ama, ler notícias, por exemplo).

5. Escove os dentes (Dental): o sabor refrescante pode reduzir/substituir a vontade de comer.

Comentários

Comentários



[ad_2]

Source link